Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

A teoria das cordas e antigos ensinamentos

Imagem
Em milênios antes de Cristo, como mostrou o Mahabharata, o príncipe Krishna já falava sobre uma realidade muito além da esfera acanhada do ego. Dissera à Arjuna, por exemplo, dentre outras coisas, que “para além dos sentidos, para além da mente, para além dos efeitos da dualidade habita o Eu”, assim “o que é irreal não existe, e o que é real nunca deixa de existir; os videntes da verdade compreendem a íntima natureza tanto disto quanto daquilo, a diferença entre o ser e o parecer”. [1]
De igual maneira, milênios antes de Jesus, agora na China, o filósofo Lao-Tsé diria em seus versos peculiares – “assim são as coisas físicas, que parecem ser o principal, mas o seu valor está no metafísico”. [2]
Bem depois, o príncipe Siddharta Gautama, Buda, na fronteira entre o Nepal e a Índia, novamente, ensinava sobre a vacuidade deste mundo e desta vida material, falando sobre uma outra realidade. Em seus últimos ensinamentos, diz ele “maravilhai-vos com o princípio da transitoriedade e dele aprendei…