Nova Era


 Criação de nossa Realidade

É crescente a compreensão que temos atualmente de que a realidade, como a conhecemos em nossas vidas, surge em função de nossa consciência

Nossas percepções – o que percebemos através dos nossos sentidos – têm por base nossas crenças e julgamentos. Nossos cinco sentidos, e tudo mais que utilizamos para perceber o mundo, abrem-se até o limite de nossas crenças. Nossas crenças e nossos condicionamentos definem nosso mundo e nossa realidade. Assim, criamos a partir do que cremos.

Devido ao desligamento, ocorrido no percurso da história da Terra, entre as dimensões inferiores e a Fonte Maior, surgiram bloqueios em nosso sistema perceptivo que fizeram com que passássemos a manifestar um plano de realidade extremamente limitado e imensamente distante de tudo aquilo que em verdade somos. No mundo atual estamos focalizando uma qualidade de existência que muito nos afasta das infinitas possibilidades que se apresentam junto à nossa mais sagrada presença. Enquanto acreditarmos nestas limitações, isto é o que criaremos. O que vivemos atualmente trata-se de algo como um falso projeto que abrange, nos níveis energéticos mais densos, todos os aspectos individuais de nossas vidas como também os aspectos de alcance coletivo, partilhados por toda a humanidade. Não somos o que e quem pensamos ser, e perceber isto é necessário para que possamos realmente nos abrir para a pura expressão do que verdadeiramente somos.

Transformar nossas crenças de separação e de limitação que nos afastam da Verdade e da Abundância Universal é um grande desafio. É este o trabalho da Suprema Alquimia. Um trabalho que atua diretamente na crença de ‘quem somos’ e ‘do que somos’. 

Acreditamos sermos limitados e que estamos separados do restante da Existência e da Fonte Maior. Acreditamos que devemos lutar contra a morte e a dor. Assim... esta é a realidade que criamos. É preciso alterar profundamente a forma como sentimos a vida – a consciência que temos a respeito de nossa própria existência. Quanto mais expandirmos nossas percepções e mais conscientes estivermos de quem realmente somos, criaremos profundas mudanças em nossa realidade pessoal e coletiva. 
Esta é a real contribuição que podemos dar para a manifestação da Nova Era Dourada neste planeta – Consciência.

A Suprema Alquimia atua nos padrões energéticos limitantes que viemos criando em nosso sono profundo ao longo da noite galáctica. Alguns destes padrões limitantes de vibração têm sua origem até mesmo em momentos muito anteriores, quando caminhávamos pelo cosmos e também aí criávamos estruturas limitadas de ego que traziam consigo programas contrários à Unicidade.
Todo este cenário energético - que hoje chamamos de eu - mostra-se repleto de programas vibracionais que acabam por definir crenças e valores, e isto, nossa visão do mundo. Através disto, então, criamos nossa realidade, uma realidade polarizada onde o aspecto divino da existência não mais é tido como parte de nosso próprio Ser. Uma realidade ilusória que nos mantém distantes da Verdade. E a correção dos desvios energéticos resultantes deste estado de entorpecimento que hoje vivenciamos envolve energias de elevada vibração provenientes da Hierarquia Divina e da Fonte Original. O projeto do verdadeiro Homem está para ser corrigido e somos parte disto. Somos ao mesmo tempo aqueles nos quais o projeto se realiza, como também, aqueles que realizam, em si, o projeto.
É importante compreendermos que energias de rebeldia ao Projeto Original da Luz, com demasiado potencial dedestruição daquilo que podemos perceber como a forma mais pura e elevada da Criação, estão atuando com marcante influência na estruturação dos nossos corpos atuais e de nossa realidade. Não devemos ser ingênuos quanto à presença ou não dessas energias em nosso interior; temos que aceitar o fato de que nossa estrutura energética foi formada e impressionada por estes padrões negativos e limitantes de natureza caída. Estamos, neste momento, erguendo-nos desta realidade distorcida para a realidade da Luz Original. Isto implica profundas alterações em nossos circuitos, que deverão ser feitas, de certa forma sob nossa permissão (!), por orientação de nossa Poderosa Presença Eu Sou e dos Seres Elevados que estão encarregados desse grandioso processo.
A realidade atual da Terra reflete bem as várias nuances energéticas que se formaram dentro dos seres desta humanidade. Crenças de separação e exclusão nos levaram a um cenário de dor e medo; e estas se mantêm nutridas por nossa busca pela sobrevivência baseada na perda da confiança na Luz Maior.
A alteração destes padrões de energia é fundamental para que possamos manifestar a Nova Realidade da Luz. Umanova consciência deve surgir e a partir disto teremos o Novo Mundo. Muitos de nós estão se preparando com entusiasmo para o regresso ao Lar. Muitos se preparam para criar uma realidade de luz, harmonia e amor neste planeta, manifestando pela consciência da Unicidade. Todos precisamos fazer surgir de dentro de nós nossa própria luz para podermos cumprir com nossos objetivos. Só assim poderemos chegar ao nosso verdadeiro e único Lar – a Unidade.
Nas últimas décadas estamos vendo maravilhados o surgimento dessa nova consciência. Uma realidade de Luz está sendo gerada, apesar de muitas vezes parecer estar tão longe de nossos olhos... mas não tão distante de nossos aguçados sentidos. Basta sentirmos junto ao silêncio de nosso Templo Interior. Estamos vivendo o Despertar tão esperado.
Cabe a cada um de nós seguir corajosamente na reestruturação de seus padrões vibracionais. Estamos recebendo todo o auxílio necessário dos Planos Elevados de Consciência para que se cumpra a Sagrada Transformação. A Luz se faz presente neste momento. Em meio a este cenário revelador vários instrumentos de luz estão nos sendo entregues, capazes de proporcionar a elevação dos complexos energéticos limitantes com os quais viemos criando nossa identidade – uma falsa identidade!
A grande contribuição da Suprema Alquimia está em reestruturar os complexos vibracionais que formam nosso ego, levando-nos, gradativamente, ao nosso Eu Verdadeiro – o Ser Estelar que somos. 

Medo – o poderoso programa de controle e de manipulação
O programa da ilusão estabeleceu-se de forma que as funções de controle e manipulação se ‘auto-sustentam’, usando para tanto as crenças e os condicionamentos que foram cristalizados nos indivíduos e que fortalecem o movimento ego-ísta e de separação entre estes mesmos seres e entre eles e a Fonte. Estas falsas freqüências estão impressas em nossa seqüência estrutural (incluindo nosso código genético) e em nossa grade de memória. Tais funções de controle instalam-se em cada ser principalmente por meio do medo e pela conseqüente extorsão do poder pessoal e da consciência de identidade como um Ser Espiritual.
Ao longo de nossa história, os seres que projetaram e manifestaram os programas de condicionamento e de controle criaram inúmeras ferramentas através das quais puderam introduzir nos seres humanos seus códigos de manipulação. Além da pronunciada atuação destes seres nos planos energéticos sutis, por meio do que vieram manipulando o projeto do Homem Original, eles também realizaram imenso esforço para a organização de um sistema de controle que deveria se instalar nos planos densos através de uma ordem sob a qual todos os seres deveriam viver. A energia básica de todos estes programas foi sempre o medo!

Estes seres participaram ativamente da criação de uma sociedade estruturada para o fim que eles almejavam – o controle. Criaram instituições e regras de conduta que tinham por base a manutenção da ordem – do controle. Criaram leis e pacotes de moralidade e os incutiram na mente humana. E criaram mecanismos de apoio a estas ferramentas para que elas tivessem sucesso e se mantivessem continuamente em ação – criaram, assim, formas de opressão capazes de silenciar e abafar vozes que ousassem desafiar a ordem estabelecida. Criaram governos e igrejas – e criaram crenças, tidas como ‘sagradas’, que mantinham as pessoas distantes das Verdades Maiores... e com medo de buscá-las.

Criaram um grande sistema de controle baseado no medo! Um sistema organizado de tal forma que as próprias pessoas, já manipuladas, passavam a viver em conformidade com ele e ainda por cima atuavam como repressores – e perseguidores – daqueles que, mesmo sem clareza e sem profunda percepção do que ocorria, desafiavam as ordens estabelecidas e impunham bandeiras por liberdade. E até mesmo sobre estas pessoas o aperfeiçoamento do sistema de controle não deu trégua. Logo também se via o sucesso da implantação do que se pode chamar de ‘programas manipulados de rebeldia ao sistema’. Ardilosos programas que se instalavam naqueles com potencial para desafiar as ordens de controle. A grande confraria escura tinha, assim, a expansão de seus códigos de manipulação também sobre os programas (seres) potencialmente ‘rebeldes’! E disso seguiu para todas as áreas da sociedade nas quais os indivíduos pudessem buscar alguma identidade. Cercaram todas as possibilidades e ofereceram ‘alternativas’ – programas manipulados nos quais os seres podiam até mesmo se sentir “rebeldes”, “livres”, “espiritualizados”, e qualquer outra nuance que daí surgisse, sem contudo ameaçar o sistema de controle oculto! E, é claro, ofereciam para aqueles menos inquietos os respeitados programas sociais de conservadorismo e moralismo, estes bem mais requisitados por uma humanidade que dorme profundamente na ignorância de quem e do que verdadeiramente é.


A criação de programas de egos manipulados foi bem além do que se podia esperar! Estava silenciado o poder pessoal proveniente da luz interior das pessoas. Estava bloqueado o acesso aos seus sagrados centros de Verdade. Estavam instalados programas de controle e de manipulação capazes de fazer com que os egos seguissem as ordens que se desejava!

E ainda mais que isto... com base nisso tudo, estava em perfeito funcionamento programas de desvitalização capazes de bloquear nas pessoas o fluxo da energia vital e levá-las ao que se manifestou como ‘morte’! E, seguindo no aperfeiçoamento destes inescrupulosos projetos, logo se instalava nelas o imenso ‘medo do fim’ – um programa facilmente instalado num campo que já se acreditava ser limitado!
O que se tinha, agora, eram seres extremamente vulneráveis e tremendamente receptivos a qualquer outro programa de medo que se desejasse implantar. Seres fracos e sem clareza alguma, distantes de sua real natureza na Luz. Seres que entregavam seu poder pessoal àqueles que se apresentavam a eles como seus salvadores. Seres que, por medo de que algo terrível lhes acontecesse e lhes levasse à morte... e de que não fossem aceitos no “paraíso”... optavam, sem dúvidas, pela entrega ao sistema. E mais... optavam por defender o sistema em troca das possíveis ‘recompensas’ antes e depois do “fim” de sua existência terrena. Para tanto, tinham à sua disposição eficazes programas de ilusão que lhes criavam realísticas sensações de prazer, alegria, liberdade e êxtase. Sensações capazes de mantê-los distraídos e envolvidos em dramas que só os conduziam para mais entorpecimento e mais sono. Contudo, todas elas sensações vazias, que pouco a pouco se mostravam insuficientes e lhes conduziam a buscas infindáveis por mais destes valores no mundo externo manipulado e ilusório. E daí então... mais sono e mais sonhos! 
Um complexo e perfeito programa de controle! Um grande sucesso de ação das energias do medo! Uma perfeita e orquestrada implantação do projeto de manipulação criado pelas hordas escuras!


O Grande Drama Cósmico

Mas... lembre-se: tudo isto faz parte da Grande Criação! E neste movimento que chamamos de ‘luz e sombra’, em meio a este aparente caos, vemos acontecer a pulsação do Grande Coração Cósmico! Vemos realizada a Sagrada Respiração do Grande Espírito!

E, quem sabe, conscientes deste grande movimento criador, possamos nos perceber partes de um Grande Ser que agora inspira... trazendo para si tudo aquilo que por éons expirou para tão ‘distante’, a ponto de seus próprios raios se sentirem separados de si mesmo enquanto Fonte desta criação.
Neste movimento da Sagrada Inspiração, vemo-nos ainda hoje como seres limitados em percepção e que acreditam estar separados da Fonte Maior.
Mas tudo isto... também isto... é somente ilusão!
A verdade é que somos a própria Fonte em expansão!
E como células de um só corpo... que agora inspira e traz para si a consciência das partes, somos chamados ao retorno ao Lar!

E durante mais esta etapa do Grande Drama Cósmico, somos convidados a atuar segundo nossos sagrados papéis – trazer ao palco o personagem que aceitamos encenar no acordo que fizemos junto ao nosso Coração e à Luz da Poderosa Presença Eu Sou. Cada um de nós é, agora, convidado a realizar sua Divina Missão – sua maior participação no Grande Jogo. Uma atuação repleta de improvisos e de esquecimento das falas que muitas vezes ainda nem foram escritas. A representação de uma obra que tem por propósito único apenas Criar.

E aqui estamos! E estamos percebendo, por vezes atônitos, que viemos nos dirigindo para um fantástico momento que se manifesta como nosso ‘Agora’. No Grande Drama Cósmico, estamos diante da grandiosa possibilidade de nosso despertar! E isto pode significar que éons de expiração – e de afastamento da Fonte – podem agora ser convertidos em instantâneas percepções de que... somos a Fonte! A Sagrada Inspiração nos oferece a possibilidade do instantâneo... do imediato Despertar!

Mas para tanto, somos, mais e mais, levados à consciência de que precisamos atuar como indivíduos com identidade espiritual. Precisamos manifestar nossos papéis! Viemos fazendo um movimento de individuação espiritual que se deu ao longo da grande expiração divina. E daqui somos convidados ao retorno à Unidade. A liberdade que mais desejávamos se apresenta agora como uma possibilidade através de nossa entrega à Fonte! E eis a suprema liberdade! Para assim nos percebermos como parte da Fonte – como sendo Ela feita Criação.
Este é o momento de nos percebermos co-criadores! E, quem sabe, como... Criador!

E voltando ao Grande Drama Cósmico... vemos também muitas forças que o compõem não desejando fazer deste instante um momento de êxtase pela Divina Inspiração! Não querem a entrega de suas individualidades à Fonte que os criou. Gritam pelo direito, como co-criadores, de seguirem desconhecendo o chamado de volta ao Lar. E, veja só, mesmo sendo eles aqueles que espalham, com o propósito de manipulação, os programas de medo da morte – o medo pelo “fim” da existência – encontram-se, agora, como ‘vítimas’ de suas próprias criações de limitação. Por verem isto como o fim de suas experiências na criação, não se entregam ao que em verdade eles são! E lutam pela manutenção de seu status quo como co-criadores com livre-arbítrio, não percebendo a grandiosidade do que lhes é oferecido neste momento em respeito ao que realmente são – partes do Um.

Mas este é o drama que segue em sua manifestação. E em meio a isto somos chamados a, também nós, fazermos nossas escolhas! É hora de nos decidirmos e agirmos segundo nossas convicções para que as cores deste sagrado momento se espalham pela criação colorindo este iluminado cenário. É hora de escolhermos e de nos posicionarmos dentro do campo da dualidade e da ilusão. É hora de definirmos o que queremos para nós mesmos e para este setor da criação! 

E, assim... vemos o desenrolar de nossa ativa participação dentro do drama maior.
E se escolhermos por fluir pelo chamado de despertar e pela chama de luz cósmica que acompanha a Inspiração Divina, então... este é o momento! Mãos à obra! 


Escolhendo o Despertar
Vários dos Seres da Luz que encarnaram neste planeta com o propósito de assumirem funções como ‘agentes de transformação e de despertar’, tiveram seus programas individuais de manifestação criados de tal forma para que viessem a se sentir ‘diferentes’ diante dos programas de massa (ilusórios) criados pelas forças caídas. São os ‘rebeldes conscientes da causa’! E que têm a possibilidade de fazer uso dos seus particulares programas de identidade para, então, se apartarem e se des-identificarem das forças da ilusão e do controle.

Com os programas de condicionamento das massas as forças degradantes detêm o controle da manifestação nos níveis mais densos do planeta. Estes programas de massa compõem-se de condicionamentos que visam manter os seres sob a esfera da realidade ilusória onde fica impossível a conexão com a própria Essência, com as Inteligências Superiores e com o Projeto de Luz da Fonte.

Por esta razão muitas pessoas que começam a despertar vêem-se com impulsos de revolta e rebeldia aos padrões estabelecidos pelo sistema. As forças por tanto tempo reprimidas dentro delas gritam pela liberdade de expressão e de ação. Mas, também aqui, será preciso muita percepção e sabedoria, pois este já era um movimento esperado pelas forças de manipulação! Elas também criaram programas que se infiltram muito bem nestes momentos de transição de despertar. Programas que podem, disfarçadamente, instalarem-se no aspirante ao despertar através de seus pontos vulneráveis – podendo ser estes até mesmo os pontos de rebeldia e raiva – e conduzi-lo a caminhos bem diferentes que o da liberdade que ele procura. Podem conduzir, por exemplo, a complexos autodestrutivos e obsessores de várias naturezas!


É, então, imprescindível a compreensão de que o despertar e a expansão consciencial necessariamente implicam numa des-identificação profunda com relação aos padrões coletivos de crença e conduta, o que ocorre pela incorporação da real identidade do Ser – seu projeto individual (!). Este projeto individual, como dito anteriormente, comumente manifesta-se com crenças e valores que desafiam e confrontam os mecanismos de controle das forças ilusórias no coletivo. O que já é de se esperar, pois estamos tratando da defesa da Verdade dentro de um campo de ilusão e controle opressor.

Disto compreende-se que o processo de despertar convida a uma profunda transformação, que vem desestruturar as linhas do falso projeto criando um inevitável impacto em nossas malhas de energia e em nossa atual realidade. Daí pode surgir uma série de ‘rupturas’, necessárias para o desligamento das falsas estruturas e para a manifestação do que é verdadeiro. 
A consciência de separação deverá dar lugar à consciência de unidade.


A batalha interior – a maior das batalhas

Fica claro, com isto, que este processo requer coragem – uma força que nos leva adiante por sentirmos que a Verdade está lá e, principalmente, por desejarmos encontrá-la. É, então, neste percurso que somos confrontados por sentimentos de medo, culpa e dor. E é também aqui que teremos travada a grande ‘batalha’ entre a Luz de nossa Essência Espiritual e as forças caídas, das quais algumas temos consciência e outras nem sequer desconfiamos de que profundeza brotam do nosso inconsciente.

Por mais incrível que possa parecer, o cerco realizado pelos programas de controle dentro de cada um de nós – seres com potencial suficiente para o despertar – envolve uma série de crenças e condicionamentos (defendidos por nós mesmos como ‘nossos’) que geralmente se opõem de forma intensa ao programa que trazemos conosco como nosso programa pessoal de Luz! Uma verdadeira jogada de mestres! Isto deve, mesmo, criar uma grande batalha em nosso interior. É quando somos, então, testados em nossa resistência e em nossas crenças também nos valores superiores da Luz.
E mais uma vez vemos o grande drama cósmico se desenvolvendo aqui! E parecendo nos perguntar: ‘O que você verdadeiramente quer? O que você faz agora? Em que você mais acredita? Que força dentro de você é capaz de vencer este desafio?’


E neste combate interno seremos chamados a nos posicionar a favor de nossa própria verdade essencial, ou então... mantermo-nos resistentes junto ao passado de esquecimento e sono, apoiando os padrões limitantes do ego que nos parecem garantir ‘paz’ e ‘tranqüilidade’ caso desistamos de lutar – e esta é a insinuante e conquistadora malha da ilusão!

Mas não custa lembrar: esta mesma malha está sendo desinstalada deste planeta durante a fantástica purificação e ascensão planetária agora em andamento. E mais uma vez a escolha é de cada indivíduo – qual movimento você deseja acompanhar?


Postagens mais visitadas deste blog

O Livro dos Danados

Mistérios dos Sumérios

A Civilização mais antiga do planeta !!!!!!!!