A Celebração do Salto Quântico - Adamus

A Celebração do Salto Quântico - Taos, Novo México, 19 de Setembro, 2007 - Apresentando Adamus Saint-Germain, canalizado por Geoffrey Hoppe


http://www.crimsoncircle.com

Eu Sou O Que Sou, garoto escravo que se tornou um grande mestre-ascenso: Adamus Saint-Germain! (Adamus ergue e abre os braços e recebe muitos aplausos e ovações.) Kuthumi tem ciúmes disso! (risos da platéia)

Quaisquer palavras dificilmente parecerão apropriadas nesta grandiosa celebração que Shaumbra preparou... Algo que poderia ser percebido por outros como "silêncio" e, contudo, tão repleto de Nova Energia, que diz tudo... Os sorrisos em seus rostos ao longo destes últimos dias dizem tudo... As palavras pronunciadas pelos demais apresentadores e palestrantes dizem tudo… Os tons e sons produzidos pelos músicos transmitem toda a mensagem: Aqui estamos nós, nesta Nova Energia, nesta nova consciência! E este é apenas o princípio... apenas o começo...

Transformações, das quais vocês ainda não estão cientes, já ocorreram em seu interior... Transformações... que estão ocorrendo em todo o mundo, que talvez ainda não estejam em suas manchetes hoje, mas que estarão nos dias por vir...

Potenciais da Nova Energia

Neste exato momento, em algum lugar do mundo, num laboratório, um técnico - um cientista - trabalhando por conta própria, mirando através de seu microscópio, está vendo algo que ele jamais viu antes... Ele não compreende o que é... e sua mente está zunindo para tentar quantificar e mensurar tal coisa, comparando-a com algo do passado que possa torná-la compreensível... Mas nenhuma tentativa funciona e ele se frustra, fica ansioso e já não tem certeza do que viu... Ele está olhando através de seu microscópio bem agora e vocês inclusive podem unir-se a ele... Que coisa é essa que ele está enxergando e que jamais foi vista antes? Uma partícula de Nova Energia... que se moveu dos domínios exteriores para esta dimensão humana! Nova Energia... que detém as chaves para tantos dos sonhos, esperanças e aspirações da humanidade...

Em algum lugar, sentado num campo, num lindo dia ensolarado como este aqui, está um médico que tem enfrentado os desafios de lidar com o câncer, ao longo de muitos e muitos anos. Ele está frustrado pelo fato de essa doença ser tão prevalecente na humanidade nesta época atual. Ele está angustiado, pois tem testemunhado milhares de pacientes com câncer perderem a felicidade, a alegria e suas próprias vidas... E, neste preciso instante em que falamos, ele - em sua tristeza, frustração e falta de esperança - desapega-se e diz: “Não mais”.

E, nesta atitude de abertura e permissão, acontece uma explosão de energia na imaginação dele… Ele se eleva a um estado de lucidez, ao qual tantos de vocês já se alçaram e, neste estado lúcido, consegue imaginar a própria causa do câncer, bem como sua cura! E nestes meses e anos vindouros, este médico pesquisador compartilhará seus sonhos e imaginações com outros que estejam dispostos a escutar... E eles iniciarão suas próprias pesquisas, chegando por fim a compreenderem a natureza e as causas desta coisa chamada câncer.

Neste exato momento, num quarto de hospital em algum lugar, está uma mãe que acaba de dar a luz a uma criança, nascida por escolha. Não mais um ato anônimo e aleatório de uma alma que chega à Terra, mas uma escolha consciente, feita pelo coração desta mãe há muito tempo... Mas por causa de uma mudança energética que se manifestou, esta escolha agora torna-se realidade e, neste preciso instante, o obstetra está procedendo ao parto desta preciosa criança, a qual também escolheu estar com esta mãe. E isto marca o início dos tempos em que isso não mais será apenas aleatório, ou o que vocês chamariam de "acidente", mas através de uma escolha: o nascimento de um ser humano por escolha consciente.

Neste exato momento, em algum lugar das outras dimensões não-terrenas e dos domínios não-físicos próximos à Terra, alguém que muitos de vocês conhecem - em verdade, vários seres por vocês conhecidos - os quais têm estado aprisionados nestes domínios próximos, vagando sem rumo, repletos de dor, escuridão e amargura, subitamente viram a face dos anjos, os quais sempre estiveram lá, para guiá-los em direção à Ponte das Flores... [“Ponte das Flores”: metáfora para a transição final da Terra para o Outro Lado do Véu] Eles não tinham sido capazes de verem os anjos até agora... Mas algo mudou e isso lhes permitiu liberarem sua dor e seus laços terrenos e cármicos… e eis que eles agora se movem em direção à Ponte das Flores! Aqueles dentre vocês que têm entes queridos que partiram, os quais vocês sabiam estavam vagando, sem que vocês os pudessem ajudar, podem agora sentir que as presenças deles agora se movem... Liberados! Livres dos velhos ciclos!

Neste exato momento, em algum lugar da Terra, estão dois líderes de países que têm se combatido um ao outro por longuíssimo tempo, causando tristeza e trevas, não apenas em suas respectivas nações, mas em todo o planeta... E eis que, ao mesmo tempo, pois que estes dois líderes estão unidos por suas famílias angélicas, ambos simultaneamente percebem e compreendem que... “Através da guerra não é possível mover-se adiante... pela guerra nada se conquista... pois com balas, foguetes, facas e bombas, simplesmente nos destruímos a nós próprios, sujeitos a tal prisão e escravidão...” E, neste exato momento, estes dois líderes estão coçando suas cabeças, perguntado-se donde será que lhes veio tal pensamento... Pois eles o sentem. Não o estão apenas ‘pensando’. Eles o sabem. E eles podem ver este cenário de harmonia e paz! E ambos, neste preciso instante, indagam-se cada qual: “Parecerei ser um covarde se compartilhar isso com meu gabinete e minha equipe? Parecerei um fraco se contatar meu inimigo e lhe disser: Querido Deus, eu me esqueci de amar você e todo o seu povo!” E estes dois líderes mundiais, neste preciso instante, estão contemplando tudo isso enquanto aqui falamos, pois eles compreendem o valor da compaixão, do amor e da honra, devidos a todo e a cada ser humano.

Neste exato momento, em algum lugar do mundo, está uma cientista diante da tela de seu computador, tentando descobrir as respostas para essa questão chamada ‘crise energética mundial’... uma crise, de fato, pois os suprimentos de combustível, com os quais vocês têm contado, estão se esgotando... E ela sabe disso. Ela não precisa debater essa coisa chamada ‘efeito estufa’. Ela não tem que divagar sobre as estatísticas que descrevem a disponibilidade de petróleo no planeta para os próximos vinte, trinta anos. Ela sabe que as reservas estão acabando. Ela já trabalha neste problema há bastante tempo… frustrada, acreditando não haver esperança...

Mas neste exato instante em que nós estamos aqui reunidos, algo parece tremeluzir na tela de seu computador... algo que ela nunca notou antes.A resposta esteve diante dela durante todo este tempo. E ela subitamente compreende o potencial da água da Terra para suprir as necessidades da humanidade! E, neste preciso momento, ela o percebe e compreende. E ela ri, dizendo não poder ser verdade. Simples demais para ser verdade. Contudo, nas próximas horas e dias, ela novamente rodará seus modelos e repassará seus números. E ela se frustrará, pois ainda estará aplicando as fórmulas da Velha Energia para tentar obter uma explicação. A semente, todavia, foi plantada! Ela sabe que a resposta ali está e que se mostrará de novo. Talvez levem-se anos antes de ela ser posta em prática e para que os humanos descubram esta nova fonte de energia, a qual permita movimentar seus motores e veículos e iluminar suas casas, mas a solução existe aqui e agora.

Neste exato instante, em algum lugar da Terra, está uma psicóloga muito deprimida, tão deprimida quanto os psicólogos podem ficar... (algum riso) Desculpem-me, mas assim digo, porque os psicólogos lidam com as trevas e a confusão da humanidade e estas acabam fluindo para eles... Eles as sentem e esta psicóloga também perdeu a esperança, passando a achar que talvez a única forma de tratar algumas destas condições seja ministrar medicamentos para que os pacientes se acalmem. E esta psicóloga tem considerado desistir de sua profissão.

Mas num devaneio que lhe ocorre exatamente agora, uma sensação sobrevém a esta psicóloga... e ela atina com a resposta! “Mas poderia ser tão simples?” - diz ela… E ela percorre o olhar pelos livros alinhados nas prateleiras de seu consultório... Centenas e centenas de volumes, cujos renomados autores discorrem sobre a natureza e o equilíbrio mental da humanidade. Poderia a resposta, com a qual ela acaba de se deparar, ser tão profundamente simples, de maneira a ajudar os seres humanos a escolherem reequilibrar-se...?

A Nova Energia que chega

E eis que, neste preciso momento, flutuam por todo o mundo estas pequeninas centelhas de consciência, pairando como anjinhos, sobre aqueles que se dedicam a alguns destes problemas e questões... Descendendo às consciências deles, existem bolhas de potenciais que não pareciam lá estar há apenas poucos dias, mas cuja presença se lhes faz agora conhecida... As sementes da Nova Energia e da nova consciência foram plantadas e disto vocês terão evidências - nos dias, semanas e anos por vir.

E, conforme disse Tobias há duas noites, talvez ninguém mais no mundo inteiro tenha compreendido o que se passou em 18 de setembro de 2007... Ninguém viu o trem da Velha Energia chegar à estação e, logo depois, alguns seres humanos embarcarem a bordo do “Expresso Salto Quântico” [“Quantum Leap Express”], mas aconteceu...! E agora, em todo o mundo, estão ocorrendo mudanças e todos os potenciais de mudanças... Aconteceu um salto quântico… e a nova consciência está aqui!

Oh, atentem bem! (Como se vocês já não o tivessem sentido e percebido…) Havia forças… forças da dualidade - não as chamemos luz ou escuridão, mas tão somente Velha Energia - que não queriam que isso acontecesse... Havia uma pressão contínua e uma avalanche energética sobre cada um de vocês ao longo de vários anos, recrudescendo a pressão e o "momentum" nestes últimos meses... Como já sabem, vários de vocês se depararam com dificuldades para chegarem até aqui e ficaram se perguntando: “O que o Espírito está tentando me dizer? Talvez não seja para eu estar lá...” Mas isso era apenas resistência... a resistência da Velha Energia à mudança. A resistência da Velha Energia, sabendo estar findo o seu tempo e, como qualquer outra energia, não queria morrer... Contudo - e mais uma vez - como qualquer outra energia, ela sempre renasce de uma nova maneira.

Havia tremendas pressão e resistência contra todo este evento, mas ele aconteceu, de todo jeito! E se vocês puderem fechar os olhos por um momento e respirarem profundamente, serão capazes de verem, sentirem ou intuírem todas estas centelhas de nova consciência que fluem a partir dos outros domínios e dimensões e também deste nosso espaço aqui e agora... em direção a qualquer ser ou pessoa que tenha um dilema, uma questão, um problema... àqueles que estão tentando trazer paz a este mundo... àqueles que estão tentando solucionar as questões da crise energética... àqueles que estão tentando curar o corpo e a mente.

E estas faíscas de nova consciência também voam para aqueles que têm sido sacerdotes, freiras e rabis por muitos anos, ou mesmo muitas existências, atormentados com toda essa questão acerca de ‘Deus’ e de seu relacionamento com Deus... Para aqueles que têm se sentido deprimidos e distorcidos, afetados pelo vírus da energia sexual, tão prolífico nas comunidades religiosas... As fagulhas da consciência da Nova Energia estão agora voando para eles, circundando-os e abraçando-os, prontas e disponíveis para trabalharem em suas vidas, se eles escolherem ter uma nova compreensão de ‘Deus’... Um Deus que não precise manter um centro de poder sobre o planeta... Um Deus que não seja manipulado pelos homens e pelas mulheres da Terra... Um Deus que não seja mera filosofia... Um Deus que não signifique controle. E, mais do que qualquer outra coisa, um Deus que não seja separado e afastado dos próprios seres humanos que caminham sobre a face da Terra, mas que SEJA o próprio Ser Humano caminhando sobre a face da Terra...!

Respirem pois profundamente agora e permitam-se sentir estas centelhas de consciência da Nova Energia, fluindo para aqueles que trabalham no desenvolvimento dos programas e softwares que vocês terão daqui a um ano... daqui a cinco anos... tornando a vida humana mais fácil e eficiente... As fagulhas da Nova Energia também se dirigem para as colheitas, árvores e plantas da Terra, as quais até agora têm sido assistidas e nutridas pelos devas e seres elementais da natureza, os quais têm ajudado a manter o equilíbrio daquelas energias sobre o planeta. De forma que agora as fadas, os devas e todos os elementais podem começar a despedir-se da Terra, liberando-se de suas tarefas, pois agora existe algo chamado nova consciência, a qual trabalha diretamente com Gaia sem os intermediários, ao mesmo tempo em que também se vão as abelhas melíferas...

Respirem profundamente mais uma vez e… oh... abram sua imaginação, a qual tem estado aprisionada, tal qual aquela minha prisão de cristal... E através dela sintam as fagulhas da consciência da Nova Energia fluindo... fluindo através de todo o mundo neste instante, as quais literalmente mudarão, ao longo de eras, coisas como o magnetismo da Terra... Pois a própria força gravitacional da Terra se ajustará à nova consciência.

As Mudanças da Nova Energia

Vocês podem imaginar isso - a que chamamos gravidade - mantendo as coisas no lugar, mas sem que ela se constitua em detrimento aos seus corpos físicos? Isto está chegando... A gravidade em si mudará… o que não significa que subitamente os objetos começarão a flutuar por aí (algumas risadas), mas que surgirá uma nova forma de se integrarem a si mesmos com a gravidade e com o eletromagnetismo da Terra.

Observem as manchetes e notícias. Alguns de vocês se distanciaram de tais coisas, mas retomem-nas agora. Observem e leiam nas entrelinhas… Atentem para o que estiver acontecendo. Leiam os periódicos científicos, os jornais diários e até mesmo as colunas de fofocas, pois em todos eles vocês perceberão evidências diárias de que as mudanças sobrevêm à Terra agora. Mas não se impacientem... As mudanças ocorrem em seus próprios e apropriados momentos, mas elas acontecerão.

Cada um de vocês tem sido um exemplo vivo de como as mudanças da própria Terra se parecerão... Considerem as próprias mudanças de consciência que vocês experimentaram... e as lutas pessoais que enfrentaram... para chegarem até aqui. A Terra atravessará várias destas mesmas coisas, porque as mudanças, pela sua própria natureza, têm sido bastante difíceis até agora. Haverá forças, grupos, governos e corporações que resistirão às mudanças, pois isso significa renunciar aos antigos modos... ao poder, ao dinheiro, ao próprio conforto... Alguns portanto resistirão às mudanças.

Vocês podem imaginar estas fontes de Nova Energia finalmente aparecendo...? E haverá muitas... Como a própria água! Assim como um tipo de energia à qual, grosso modo, chamaremos de ‘energia luminosa’, embora não proveniente do sol. Haverá também um tipo de energia gravitacional integrando este processo... E quando estas fontes de Nova Energia encontrarem seus rumos, a partir dos centros de pesquisa e desenvolvimento, em direção à malha da consciência humana, este simples fato exigirá mudanças, como a reconstituição das fábricas, mudanças nas maneiras através das quais as pessoas realizam as coisas, a transformação dos métodos de distribuição... E, mais do que tudo isso, mudanças no equilíbrio de poder e dinheiro na Terra, de forma que estes sejam mais igualmente distribuídos, ao invés de mantidos e restritos em poucos lugares... Não se surpreendam, pois, ao lerem as manchetes com referências a conflitos... acerca de um dos lados tentando manter o velho ‘status quo’, embora já não o possam fazê-lo nessa Nova Energia... Simplesmente não podem.

A Nova Energia está se movimentando agora e possui uma consciência que diretamente corresponde à consciência do “Eu.” Não eu, Saint-Germain, mas o “Eu” sobre o qual falaremos daqui a alguns instantes... Ela, portanto, continuará a se mover e a fluir... e as pessoas em todo o mundo precisarão ouvir estas simples palavras: “Está funcionando! Está funcionando!”

Haverá pois, da parte de muitos, uma tendência a entrarem em drama e pânico, porque no momento em que as mudanças começarem para valer, muitos se apegarão ainda mais tenazmente. E, quanto mais se apegarem e resistirem, mais as mudanças os afetarão. Muitos reagirão com raiva e outros tantos dirão ser o fim do mundo, mas tudo isto é apenas o começo… Muitos não suportarão lidar com isso a que chamamos nova consciência e escolherão deixar a Terra agora, retornando ao Outro Lado, de forma a voltarem ao planeta frescos e renovados, com o entendimento de que se trata de uma nova era para a humanidade.

Ah… e não apenas para a humanidade! Esta também é uma nova era para os outros domínios da criação, pois… “assim na Terra como no Céu...” Pois quando atingimos o Salto Quântico, não foi apenas um grupo de Shaumbra em Taos, Novo México, além de outros grupos ao redor do mundo, que estavam comemorando este evento histórico e sem precedentes... Havia anjos dançando, celebrando e rejubilando-se nos outros domínios, sendo libertos das energias que os mantinham aprisionados e cativos por um longo tempo.

Houve uma transformação nas próprias famílias espirituais originais de vocês, porque elas também sentiram este Salto Quântico... Elas o perceberam, pois acreditavam, durante algum tempo, haverem perdido um membro da família, ou seja, cada um de vocês... Vocês, que vieram para a Terra para trabalharem naquele já referido “impasse da energia”... E, quando vocês atravessaram este corredor em direção à Nova Energia do Salto Quântico, elas o sentiram... Foi como se a comunicação de vocês com elas houvesse sido restabelecida... e elas souberam que vocês o conseguiram, assim rejubilando-se com vocês.

Também havia dimensões que tinham ficado aprisionadas e outras que chegaram mesmo a implodir, engolindo todos os seres angélicos que nelas estavam... E, há poucas horas atrás, no momento do Salto Quântico, estas energias começaram a mover-se novamente. E, neste momento, em algum lugar daqueles domínios e dimensões, há seres angélicos sendo libertados.

E isto constitui algo sem precedentes, cujas proporções fica difícil agora conceber, mas que se iniciou! Entretanto, não se trata de um evento forçado, mas de potenciais que agora fluem para o mundo! Potenciais que não eram e nunca estiveram disponíveis até este ponto, mas agora o são! Pois agora existem bastantes humanos na Terra, com consciências suficientemente elevadas, os quais aceitam estes potenciais, estas mudanças e esta nova era da humanidade, de forma que a transformação está em andamento neste exato instante.

Portanto, Shaumbra, vocês são os corajosos e audazes líderes! Vocês são aqueles que se ofereceram a si mesmos em compromisso - tenha sido em sua existência anterior ou há dez ou cem existências atrás - o compromisso de que: “Eu estarei aqui para o Salto Quântico. Eu estarei aqui para acender esta centelha da nova consciência na Terra. Eu estarei aqui na Terra, para então ‘postar-me detrás da mureta’, não me envolvendo nos dramas e conflitos, apreciando e celebrando as mudanças que virão para humanidade.” E haverá muitas.

“Eu”

E hoje tenho a lhes dizer umas poucas palavras num nível bem pessoal: As mudanças chegaram. Compreendam isso. Vocês não têm mais que esperar por elas. Vocês não têm mais que sonhar com elas. Elas estão aqui.

E isso causará mudanças e estresse em muitos... Mas não se deixem apanhar pelos dramas ou rumores de conspirações e muito menos pelos cenários de "fim do mundo", pois vocês sabem muito mais do que isso... Este é apenas o começo! Outros seres humanos buscarão em vocês os líderes da consciência, seja através dos livros que vocês escreverem, das empresas que criarem, dos centros de aconselhamento e cura que abrirem... E eles irão atrás de vocês. Eles não desejam que vocês caiam na armadilha do drama, mesmo que tentem puxar vocês para dentro dele... Eles não querem que vocês fiquem presos na Velha Energia... Pelo contrário, que vocês os ajudem a saírem de lá.

E nesta Nova Energia em que estamos, nesta nova consciência, o “Eu” se torna por demais importante. Kuthumi falou sobre isso ontem. No princípio havia a consciência do “Eu,” aquilo a que Tobias chama de Primeiro Círculo da Criação - o Lar Primordial. Era a consciência do “Eu”. Mas no meio, especialmente nas eras passadas aqui na Terra, predominou a consciência do “Nós”, ou seja: os grupos, as famílias, os países, as companhias. Olhem ao seu redor... Tudo gira em torno de grupos: igrejas, fraternidades, associações. Tudo tinha a ver com a descoberta do “Nós”: a coletividade, o estarmos juntos, porque através do “Nós” vocês finalmente poderiam chegar à era seguinte, a qual acabamos de adentrar: a era do “Eu”... Vocês!

Kuthumi discorreu sobre isso ontem: “O que está faltando?” Vocês! O que está faltando? O ser humano em sua própria vida! O que está faltando? A sagrada importância de “Vocês” na consciência do “Nós”… Foi-lhes ensinado a não pensar no Eu, mas no Todo... Isto constituiu parte do aprendizado dos anjos e dos humanos... Foi-lhes ensinado não ser apropriado falarem bem de si mesmos, nem pensarem primeiro em si mesmos ou colocarem-se em primeiro lugar, à frente e no centro de qualquer coisa.

Mas agora vocês transcendem o serem “filhos de Deus”... para tornarem-se Deuses Adultos! E, como Deuses Adultos, compreendem a sagrada importância do “Eu”. Sem o “Eu”, as coisas não se transformam nem mudam... Sem o “Eu”, vocês não realizam descobertas nem avanços... Sem o “Eu”, vocês não dispõem de todos os recursos, tanto da Velha Energia como da Nova Energia, para através deles criarem, ajudando-lhes a manifestarem os seus mais elevados sonhos.

E eis que vocês chegam à era do “Eu”, na qual se trata de cuidarem de si mesmos, sentirem e conhecerem a si mesmos, colocando-se a si mesmos no centro de suas vidas. Pois quando vocês estão no centro de qualquer coisa - incluindo um vazio - quando vocês estão no centro desta nova física, mesmo que nada pareça existir além de um vácuo, no momento em que vocês se colocam lá, a criação acontece.

Neste exato instante, vocês se encontram num tipo de energia... simultaneamente vazia e plena... neste salão. Nada parece haver e, contudo, tudo existe…! E no instante em que vocês se colocam a si mesmos neste pleno momento do “Eu”, tudo começa a acontecer.

Estamos pois na Era do “Eu” e é hora de descartar algumas das velhas e hipnóticas crenças de que a vida teria a ver com outras coisas e outros seres, como “renunciar ao ego, estar a serviço de todos os demais, tudo fazer para os outros, de forma a merecer o caminho de volta ao lar”... Estamos muito além disso agora... A vida tem a ver com Vocês - o Eu de cada um! Postem-se pois no centro de suas próprias realidades!

Esta é a energia de Yo-ham, Eu, a Presença de Deus... não apenas neste momento ou no Agora, mas em sua realidade, em seu espaço e em sua consciência. Quando sua Presença Eu Sou se permite ser e estar nesta presença consciente, neste momento consciente, tudo pode acontecer! Pois é aí que aquilo - a que os outros chamarão ‘milagre’ - irá acontecer. Mas vocês compreendem não haver tal coisa chamada milagre, pois trata-se simplesmente do “Eu” consciente no momento presente... Eu Sou!

Liberando o que não é de Vocês

E agora, Shaumbra, convido-lhes a fazerem algo que pode ser um pouco difícil ou desafiador, mas certamente recompensador: Antes de deixarem este salão hoje, sim… convido vocês a serem “Eu”, ou seja, a serem e expressarem a consciência do “Eu” de Vocês. Mas o que isso significa? Significa liberar e desapegar-se de algo que lhes tenha sido próximo e caro por muito tempo, algo que se tornou tão íntimo e pessoal, que vocês nem mesmo o percebem ou compreendem. Pois ao contemplar este incrível grupo de Mestres, vejo algo cujo tempo findou e é hora de deixá-lo partir.

Por causa de seu amor e seu serviço, vocês têm carregado os dilemas e questões da humanidade nas profundezas de seu ser, de seus corpos e suas mentes... e também em sua vida cotidiana. Vocês têm reproduzido e representado os dramas e problemas dos outros... Vocês têm tentado resolvê-los e trabalhá-los, a fim de assistir e servir os outros seres humanos... e isso ajudou a eles, mas até certo ponto.

Contudo, nesta energia do “Eu” em que agora nos encontramos, é chegada a hora de deixar partir tais coisas... Aquela doença... não é sua! Esses conflitos em suas mentes... não são de vocês! Essa tristeza e aquela depressão... não são suas! Essa falta de abundância... não lhes pertence! E vocês continuam alegando que sim... Vocês defendem que ela de fato seria sua e que se trataria de uma punição, um desequilíbrio ou ainda alguma imperfeição, mas não é. Vocês se revestiram com o traje do sofrimento humano, mas com o propósito de compreendê-lo e por ele terem compaixão. Vocês assumiram tais questões como grandes mestres angélicos, de forma a poderem familiarizar-se completamente com elas, capacitando-se para contribuir com todo o processo da evolução da consciência, mas elas não lhes pertencem.

E como vocês as dispensam? Ora, vocês já o ouviram uma, duas, quatro vezes, ao longo destes últimos dias: Façam uma escolha! Agora! Vocês não estarão servindo a ninguém mais, sejam seus entes queridos ou seus desafetos, a humanidade ou os golfinhos, as florestas ou qualquer outra coisa, apegando-se a tais coisas por mais tempo. Vocês as escolheram antes e... podem “des-escolhê-las” agora!

Permitam-me repetir: Vocês escolheram, em serviço e amor, assumir os dilemas da humanidade, ajudando os outros humanos a trabalhá-los. Vocês escolheram isso como seu serviço e sua paixão, mas agora vocês podem “des-escolhê-los”. Todos eles. Não apenas uma pequena parte, não apenas “o bastante”, mas todos eles. Vocês podem liberar essa função agora, porque vocês não mais servem à humanidade nesse papel e nessa capacidade.

Vocês não estarão servindo à sua família angelical assumindo tais questões. Vocês não servem a Deus tomando sobre si as dificuldades da humanidade. Basta. Vocês estão sendo convocados a serem os líderes da Nova Energia, para agora realizarem as coisas de forma clara e fácil. Liberem pois o que não é de vocês.

Mas vocês continuam resistindo! Estou tentando afastar tudo isso de vocês e vocês o estão puxando de volta… E adivinhem quem vai vencer esta batalha? (Risos da platéia, que responde: “Eu!”) Eu!

Shaumbra, vocês assumiram tais coisas, embora delas não precisassem, mas o fizeram em serviço aos demais. Vocês são como aquele ser que mergulhou na mais profunda e escura energia infernal para ajudar a resgatar alguém e, de fato, realizaram um trabalho maravilhoso e grandioso. E todos vocês receberam notas máximas por assumirem as dores da humanidade em seus próprios ombros.

Mas vocês não se lembram? Vocês já se formaram! Vocês se graduaram! Não precisam mais apegar-se a isso! Vocês precisam ser líderes com clareza de propósito e visão! Vocês precisam desapegar-se de coisas como a confusão, a dúvida, a hipnose e a doença. Elas não são suas... Desapeguem-se delas. Aqui mesmo, neste salão. Deixem que tais energias se vão… Em verdade, vocês a ninguém mais ajudam, retendo-as consigo.

Vocês querem ser os inspiradores da consciência? Vocês querem ser a larva que se transforma em borboleta? Façam-no já. Vocês não têm que carregar por aí uma bolsa cheia de doenças e problemas, de forma a prestar serviço a Tudo O Que É!

O “Eu” Transforma o Mundo

A maior e melhor coisa que vocês podem fazer agora na Nova Energia é... o “Eu”. Agora coloquem-se - e a seu puro Eu Divino - nesta presença consciente! Isto sim... mudará o mundo! Isto ajudará alguém, ou talvez até vocês mesmos, a criarem uma fonte de Nova Energia! Isto ajudará os médicos a descobrirem a cura do câncer! Isto ajudará os músicos a compreenderem como entretecer a Nova Energia nas novas canções, as quais ajudarão na cura das pessoas que escolherem curar-se a si mesmas... Isto ajudará alguns daqueles a que chamaríamos os demônios da Velha Energia da Terra - demônios de consciências grupais - a serem liberados das armadilhas e prisões em que se encontram... Trata-se de vocês serem o seu próprio “Eu”, aqui e agora!

Talvez isso soe um pouco egoísta ou pareça que vocês estariam em suas próprias ilhas em algum lugar distante... Mas respirem profundamente e sintam o amor e a compaixão do “Eu”!

O “Eu” cria uma nova física.

O “Eu” gera energia curativa.

O “Eu” inspira outros humanos a avançarem em suas jornadas.

O “Eu” permite que as mudanças e transformações aconteçam em toda a Terra e em todos os domínios e dimensões angelicais.

Quando vocês se tornam o “Eu”... O “Eu” a tudo transforma! Quando vocês liberam os fardos de suas famílias, empresas, países e todas essas demais coisas, permitindo-se serem “Eu” - Yo-ham - neste momento presente e consciente, isto sim... permite que a Nova Energia se irradie por todo o mundo!

Isto fará com que as mudanças não precisem ser tão difíceis, mas suaves e fáceis! Isto criará uma reverberação de consciência em todo o mundo, inspirando pesquisadores, cientistas, artistas e tantos outros a sentirem e expressarem: “Eu” faço a diferença! “Eu” sou o que Eu Sou!

Este é um momento profundo para todos e cada um de Vocês individualmente. Este é um momento de Yo-ham: “Eu sou Deus! Eu estou aqui! Eu sou pleno e completo! Eu posso fazer uma escolha!”

Observem e sintam o efeito disto sobre a Terra... Será sua alegria e sua paixão! Algo que poderão compartilhar com outros Shaumbra em todo o mundo... Começou aqui e agora se espalha, neste exato momento.

Em algum lugar do mundo, uma nova canção acaba de ser escrita...

Neste preciso instante, em algum lugar do mundo, alguém que sofreu de depressão por muitos anos acaba de despertar para um novo dia... e se admira porque aquela velha e sombria tristeza não está lá nesta manhã... Estará se escondendo por algumas poucas horas e retornará? Ou aquela depressão foi removida porque uma centelha de Nova Energia entrou em sua vida...?

Neste preciso instante, em algum lugar do mundo, há uma pessoa idosa sentada numa cadeira de rodas, chegando à compreensão de que ela agora pode partir... Seu medo de morrer foi liberado e ela agora pode realizar sua jornada para o outro lado...

Neste preciso instante, em algum lugar do mundo, uma nova invenção acaba de ser criada. Foi concebida e manifesta e, nos anos vindouros, ela chegará a este mundo como um tipo de dispositivo que eventualmente reduza - ou mesmo elimine - aquilo a que vocês denominam “trabalho braçal”...

Neste preciso instante, em algum lugar do mundo, na consciência coletiva da humanidade, estas fagulhas da nova consciência chegaram... e uma doença que vinha se mostrando bastante insistente e difícil, acaba de reverter seu curso... e desaparecerá da existência nos próximos poucos anos...

Neste preciso instante, em algum lugar do mundo, há um médico que tem trabalhado na questão da AIDS, o qual se sentiu inspirado a pesquisar em novas frentes, onde ele descobrirá a resposta sobre aquilo que, em verdade, causa a AIDS. E então, no rastro desta mesma inspiração, outros médicos seguirão sua pista e continuarão a pesquisar, até que a cura da AIDS seja encontrada, no próprio tempo de vida de vocês...

Neste preciso instante, em algum lugar do mundo, numa instituição para doentes mentais, alguém que esteve aprisionado em sua própria mente, atormentado pelas mais escuras trevas, acaba de ver uma luz... E, ao seguir essa luz, para fora da escuridão de sua própria vida, experimentará algo que não conheceu por centenas de existências: algo chamado... Alegria! Algo chamado... Amor-Próprio!

E agora Shaumbra, em algum lugar, em algum lugar... não sei onde... em algum lugar da energia primordial do... Eu Sou, Deus, Espírito… Tudo O Que É está celebrando... neste exato momento!

(Emocionando-se...)

Eu Sou O Que Sou!

(Muitos aplausos)

Postagens mais visitadas deste blog

O Livro dos Danados

Mistérios dos Sumérios

A Civilização mais antiga do planeta !!!!!!!!